quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Livros Proibidos II: Periquinho e Periquinha

Mascarado de A Verdadeira História do Doutor Grilo eis que regressa às estantes Periquinho e Periquinha, em mais um livro que combina duas histórias tradicionais portuguesas, pela Caminho.

Talvez uma das histórias da tradição portuguesa, contadas por Alice Vieira, que mais arrepios e pesadelos causou às gerações que a leram e ouviram aquando da sua publicação e nos anos consequentes. Tanto foi o arrepio que o livro desapareceu das livrarias e, mesmo em bibliotecas é uma demanda conseguir encontrá-lo. Os restantes livros da colecção foram reeditados mas este não.
Estávamos no ano de 1992, era então primeiro-ministro Cavaco Silva e Portugal assinava em Maastricht o Tratado da União Europeia. No mês de Maio, mais um livro da colecção Histórias Tradicionais Portuguesas era lançado no mercado pela Caminho. Escrito por Alice Vieira e ilustrado por Carlos Marques, Periquinho e Periquinha conta a história de dois irmãos com um pai ausente e uma madrasta das mais horríveis de sempre: a madrasta da Branca de Neve ou a da Gata Borralheira eram amadoras nas artes de magicar a maldade ao pé de tal vil senhora.

A ilustração é deliciosamente exagerada, desde o guarda-roupa cromaticamente ousado da madrasta, passando pela panelinha com olhos a flutuar na sopa, atingindo o seu auge na maquilhagem da madrasta. De facto, numa só personagem, o ilustrador conseguiu uma proeza: combinou tudo quanto pôde para a tornar verdadeiramente execrável.

Ela está de volta. Condensamos no ela o trabalho de Alice Vieira e a madrasta cujas receitas culinárias nos vão (des)encantar. Desta feita, a ilustração ficou a cargo de José Miguel Ribeiro. Mas corram, esperem à porta das livrarias, façam encomendas, é que se esgota podemos voltar a ficar quase 20 anos sem poder enterrar os dentes em tão deliciosa história. Obrigado Caminho e Alice Vieira.

Para levantar uma "nesguinha" a tampa da panelinha, clique aqui.
Recomendado pela Casa da Leitura para Leitores iniciais e Pré-leitores, aqui e aqui.

Fernando Carvalho

1 comentário:

Folhear disse...

Eu contava muito a história do piriqeuinha e da piriqueinha e as crianças adoravam.

"Piriquinha foi para a mestra Piriquinho para a lição
o primeiro que chegar a casa
comerá queijinho e pão.

mas assim que se afastavam a canção da terrível madrasta era outra

"Piriquinha foi para a mestra pinheirinho para a lição
o primeiro que chegar a casa
irá parar ao caldeirão"

contei tantas vezes (os alunos pediam) que decorei algumas partes da história.

As crianças ficavam assustados quando a Piriqueinha levava o comer ao pai e dentro da panelinha ia o Piriquinho porque foi o primeiro a chegar a casa...

Não tenho o livro, este existia numa mini biblioteca que construímos(pais e a população em geral) Jardim de infância de Montargil em 1993/1994

É uma história interessante e os alunos gostavam muito...