quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Elvis

«Os pais de Elvis eram muito pobres. Para celebrar o décimo aniversário do seu filho, o pai de Elvis ofereceu-lhe uma guitarra. A primeira vez que tocou foi para consolar a sua mãe, que chorava. Compreendeu então o enorme poder da música. Numa noite em que actuava num bar, notou que uma jovem o escutava. O seu nome era Priscilla. Elvis teve então vontade de escrever para ela a mais bela das canções de amor. Mas acerca do amor ele nada sabia. Foi então que comprou um Cadillac rosa e partiu em busca de inspiração…»

Elvis é mais um magnífico trabalho pictórico de Rébecca Deutremer, publicado em Portugal pela Editora Educação Nacional. Embora não me tenha sentido envolvida pelo texto, a extrema beleza e intensidade das imagens foram suficientes para prender a atenção. Talvez devido à opção de encadernação, este é um álbum dispendioso para a bolsa do leitor. Ainda assim, merece ser folheado e, quem sabe, comprado – opção que fiz!

Acerca de Rebecca Dautremer…
Rébecca Dautremer nasceu em Gap, no sul de França (Hautes Alpes), em 1971. Frequentou a ENSAD, em Paris e, em 1995, formou-se em edição gráfica. Tornou-se editora gráfica e ilustradora. Começou a escrever recentemente os seus próprios livros. Vive em Paris com o marido, Taï-Marc Lethanh, e os seus três filhos.

As obras de Rébecca Dautremer reconhecem-se. O seu traço singular e o universo poético que o envolve, a arte do detalhe, a dimensão onírica que ressaltam dos seus desenhos fazem de Rébecca uma das ilustradoras mais reconhecidas e apreciadas da actualidade. É uma mulher de enorme talento, que colabora com inúmeros escritores, mas que conta também com projectos individuais no mundo da escrita. Autora de Nasreddine e o seu burro e Séraphin, entre outros.

Magda Costa

Sem comentários: